Informações: Desafio de Redação do DGABC

Na próxima semana será realizado, no Liceu Jardim, o Desafio de Redação do Diário do Grande ABC, em que os alunos são estimulados, sobretudo, a refletir sobre o futuro da região nos próximos anos.

Em 2018, na primeira edição em que participamos do desafio, três alunas do colégio se destacaram dentre as mais de 96 mil redações escritas em todo o ABC: as alunas Maria Clara Hesz dos Anjos e Beatriz Malamud Virgínio conquistaram os primeiros lugares em suas respectivas categorias; a aluna Melyssa Goffredo Rocha, que era da 3ª série do EM, alcançou o prêmio máximo da competição (uma bolsa de estudos de 100% na USCS), tendo se colocado como o primeiro lugar geral do desafio.

Neste ano esperamos uma participação ainda maior de nossos alunos, que deverão escrever sobre o tema A REGIÃO QUE EU QUERO EM 2030. Para isso, estão listadas, a seguir, as instruções e dados importantes:

  • Gênero textual
    • Ensino Fundamental (6º ao 9º anos): livre;
    • Ensino Médio (1ª a 3ª séries): dissertação argumentativa (semelhante ao padrão ENEM).
  • Data e horários
    • Prédio do Ensino Fundamental (6º ao 8º anos): 04/10 (sexta-feira), nos mesmos horários das avaliações semanais;
      • Turmas da manhã: das 11h20 às 13h;
      • Turmas da tarde: das 12h10 às 13h50
    • Prédio do Ensino Médio (9º ano EF II e 1ª a 3ª séries EM): 30/09 (segunda-feira), das 7h30 às 9h10 – no mesmo horário das avaliações semanais.
  • Informações adicionais
    • Limite de linhas: entre 20 e 30 linhas da folha oficial;
    • Não é necessário inscrever-se; os alunos deverão preencher seus dados diretamente na folha oficial no dia da aplicação;
    • Embora os alunos possam (e, de fato, recomenda-se) escrever seus textos previamente, a fim de testar suas ideias e se preparar, não será permitida a consulta a qualquer material durante a escrita final do texto nos dias de aplicação;
    • O regulamento da competição pode ser conferido em https://drive.google.com/file/d/1Ayx3wnOSqmll4S8V1012ieTACGszLYHa/view?usp=sharing.

Desejamos a todos uma excelente oportunidade de testar seus conhecimentos de mundo e habilidades de escrita!

Olimpíadas Ocorridas em Março

Nos aproximando do fim de março, gostaríamos de recapitular as nossas primeiras competições de 2019, das quais diversos alunos desde o Ensino Fundamental até o Ensino Médio participaram. Foram elas:

  • Concurso Internacional de Redação de Cartas
    • Promovido anualmente pela União Postal Universal com o objetivo de incentivar as crianças e adolescentes a expressar a criatividade e a melhorar seus conhecimentos linguísticos e organizada, no Brasil, pelos Correios, o concurso se mostrou uma excelente oportunidade para os alunos do Ensino Fundamental revelarem seus talentos na escrita, concorrendo a prêmios nos níveis estadual, nacional e, eventualmente, mundial. Os alunos tiveram aulas preparatórias com o professor Estevão no dia 11/03 e, após elaborarem cuidadosamente as ideias para seus textos, escreveram suas versões finais no dia 13/03.
  • Desafio Canguru de Matemática
    • Com mais de 6 milhões de competidores, sendo cerca de 300 mil no Brasil, o Desafio Canguru visa incentivar os estudos e ajuda a alimentar o gosto dos alunos pela Matemática. Novamente, contamos com a participação dos alunos do Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio no dia 21/03, desta vez buscando a presença de todos, sempre almejando as medalhas de ouro, prata e bronze e menções honrosas, prêmios de grande reconhecimento para o futuro dos estudantes. Os resultados serão divulgados no mês de maio.
  • Olimpíada Brasileira de Biologia
    • Ocorrida no dia 22/03 e organizada pelo Instituto Butantan de São Paulo, a primeira fase da competição foi realizada no colégio e contamos com cerca de 80 alunos do Ensino Médio. Nessa fase, os alunos responderam a 30 questões objetivas sobre conteúdos diversos da área da biologia; o gabarito provisório foi divulgado hoje e, em breve, já saberemos quais serão os classificados para a segunda fase, que é composta por 100 questões.

Enquanto aguardamos ansiosamente pelos resultados dessas importantes competições também nos preparamos para as próximas olimpíadas, buscando desafios cada vez maiores: no dia 05/04 teremos a Olimpíada Internacional de Matemática Sem Fronteiras, que, em 2018 (nosso primeiro ano na competição), garantiu o convite para participarmos da Asia International Mathematical Olympiad em Bangkok, capital da Tailândia, em que 17 alunos do Liceu Jardim representaram o ABC de forma inédita frente a mais de 2 mil estudantes de 13 países e foram premiados com medalhas e menções honrosas.

Mais uma vez, desejamos a todos os alunos um ano de grandes conquistas!

Premiação: Desafio de Redação do DGABC

Na última quinta-feira, 22/11, ocorreu a cerimônia de premiação do 12º Desafio de Redação do DGABC no Ginásio Poliesportivo da Universidade de São Caetano do Sul (USCS), em que, embora esta seja a primeira participação do colégio na competição, já tivemos três excelentes alunas premiadas: Maria Clara Hesz dos Anjos (7º EF II), Beatriz Malamud Virgínio (9º EF II) e Melyssa Goffredo Rocha (3º EM).

As alunas se destacaram em seus respectivos níveis com produções textuais exemplares sobre o tema “Uma ação sustentável pode mudar o mundo” em meio a um total de mais de 96 mil redações de todo o Grande ABC. A aluna Maria Clara conquistou o primeiro lugar geral no nível I, sendo contemplada com um notebook. Na categoria II, a aluna Beatriz Malamud se destacou com o primeiro lugar na cidade de Santo André e, assim, foi premiada com uma bicicleta. Chegando ao fim da cerimônia, para a premiação mais importante do dia, no nível IV, a aluna Melyssa Goffredo alcançou o prêmio máximo da competição: uma bolsa de estudos de 100% na USCS como recompensa pela melhor redação de sua categoria.

A seguir, é possível conferir o texto vencedor, da aluna Melyssa Goffredo, que aborda questões contemporâneas e, em certos pontos, vai além do tema de sustentabilidade abordado, trazendo ideias importantes para a construção de uma sociedade mais consciente:

No existencialismo de Sartre, um importante pensador francês, ‘o homem está fadado à liberdade’. Nessa teoria, todo acontecimento depende única e exclusivamente da escolha do indivíduo, sendo responsável por suas respectivas consequências. Quando menciona-se o meio ambiente ou o mundo geral, é impossível deixar o homem de fora, já que é o principal agente transformador. Com a atual degradação, nota-se que o homem está tomando decisões que ferem a coletividade, importando-se somente com seus próprios interesses, porém, com as escolhas certas é possível transformar o mundo em um lugar bom para todos.

A forma de produção insustentável não é tão atual, tem raízes um pouco mais profundas. Depois da Revolução Industrial inglesa, o maquinário se transformou na principal força de trabalho, permitindo com que a produção se tornasse mais rápida, em larga escala, utilizando muito mais recursos do que antes do período, degradando áreas naturais e liberando gás carbônico, o que acelera o processo de efeito estufa. Como é um sistema econômico que se auto regula, os grandes produtores não têm intenções de mudá-los, visando produzir mais e mais rápido, gerando lixo e degradação.

Além disso, há também o consumo exagerado que assola a sociedade. Apesar de fazer suas próprias escolhas, o homem também é um ser sociável, que sente vontade, necessidade de estar com os outros. Principalmente depois do século 20, o consumo se tornou sinônimo de felicidade, em uma sociedade doente por se encaixar nos padrões que geralmente são estabelecidos por uma elite de grande poder financeiro. Para suprir essa necessidade, a produção aproveita-se, estabelecendo itens que tornam obsoletos, instigando ainda mais a vontade pelo produto.

Nesse viés, o sistema de gastos e consumos torna-se insustentável para o planeta e para a população. Entretanto, há esperança de mudanças, e ela depende da escolha de todos: é preciso escolher mudar para melhor. É preciso que se escolha trocar uma aula nas escolas para ensinar que a escolha do indivíduo pode salvar a vida de milhões, sendo apenas sustentável. É preciso que se aprenda a economizar recursos, mesmo que pareçam infinitos. É possível mudar o mundo quando se juntam pela causa.

Parabéns às alunas e a seus professores por todo o empenho ao longo da preparação para a competição!

Desafio de Redação do DGABC

No dia 28 de setembro de 2018, sexta-feira, teremos o Desafio de Redação do Diário do Grande ABC em nossa escola para alunos do Ensino Fundamental II (às 11h) e do Ensino Médio (às 14h20). A competição consiste na escrita de uma redação de acordo com alguns critérios pré-estabelecidos sobre um tema de relevância no cenário nacional. Neste ano, o tema será:

“UMA ATITUDE SUSTENTÁVEL PODE MUDAR O MUNDO”

Os alunos interessados podem se inscrever pelo formulário disponível na página de Inscrições/Línguas do blog.

Serão realizadas aulas preparatórias no dia 26 de setembro, quarta-feira, para a competição: para o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), a aula será às 14h20, enquanto para o Ensino Médio (1º ao 3º ano), às 12h10.

Abaixo seguem algumas das especificações para as redações:

  • Ensino Fundamental II:
    • Tamanho do texto: entre 20 e 30 linhas.
    • Gênero textual: livre.
  • Ensino Médio:
    • Tamanho do texto: entre 20 e 30 linhas.
    • Gênero textual: dissertação argumentativa (padrão ENEM).

Como critérios de avaliação, serão considerados: Abordagem do TemaDesenvolvimento; Domínio da Escrita; Legibilidade e Obediência ao Limite de Linhas.

Para mais detalhes, basta consultar o regulamento da competição em http://www.desafioredacao.com.br/pdf/regulamento.pdf.